Como iniciar uma redação?

Como Iniciar uma redação? Essa é uma das dúvidas comuns de vários estudantes, mas pode ser mais simples do que você imagina. Por meio dos passos ensinados aqui, o aluno consegue passar por todas as etapas e ter uma excelente nota final, porém o principal é descobrir quais dicas são essas.

Conteúdo produzido por Corrija-me - Correção de Redação Em Redação Dissertativa

Um dos maiores desafios que existem é aprender como iniciar uma redação, especialmente pelo medo que colocaram nos estudantes. Inclusive, na época do primário, era tão gostoso criar aquele texto e tirar uma boa nota, certo!?

A dificuldade principal nem é por ser complexo, pois o treino transforma a redação em algo natural para o aluno. Ao mesmo tempo, também existe aquele “terrorismo psicológico” em cima de algo prazeroso.

Se hoje você estuda o Império Romano, é porque alguém resolveu registrar a história e escolheu iniciar uma redação. Dessa forma, confira a seguir como começar a sua e lembre-se: aqui o papo é sempre reto, sem curva.

Como iniciar uma redação?

Como é melhor iniciar uma redação?

É preciso saber, antes de mais nada, que você só aprende a escrever, lendo. Embora a frase pareça óbvia, é comum que a preguiça impeça a pessoa de ler.

A primeira lição de casa é pegar um livro para leitura e ler por mais de uma hora. O objetivo é entender as palavras, tempos verbais e o desenvolvimento da ideia.

Como sei que você faz isso, posso avançar às 7 dicas para iniciar uma redação. Abaixo compartilho contigo macetes fáceis que mudam o seu texto para melhor.

1- Descubra o tipo de redação exigida

Na maioria das propostas, é comum que seja especificado o que deve ser feito. No entanto, é importante mostrar as três principais e que são utilizadas com mais frequência para vários fins:

  • Dissertativa– O foco é expor ideias e sempre no sentido propositivo. Nesse cenário, há o dissertativo-argumentativo (para convencer o leitor) e o dissertativo-expositivo (apenas para informar o leitor).
  • Narrativa– Ao contrário do anterior, não é preciso ter compromisso com a realidade e é necessário usar os seguintes elementos: narrador, enredo, personagens, tempo e espaço.
  • Descritiva– O foco é criar um retrato por meio das palavras e expressões. Pode ser uma descrição objetiva com dados concretos, mas, também uma descrição subjetiva utilizando as impressões pessoais.

Para os vestibulares, é importante usar a redação dissertativo-argumentativa. Sendo assim, as dicas seguintes servem melhor para esse tipo de redação.

Veja como escrever uma redação dissertativa-argumentativa com essas dicas técnicas

2- Como iniciar uma redação? Leia a “proposta de redação”

Embora seja “chover no molhado”, a pressa é sempre inimiga da perfeição. É crucial ler a proposta e, se possível, anotar as informações mais importantes.

Muitos “apressados” não prestam atenção nisso e podem se arrepender depois. Em algumas situações, é melhor seguir aquele ditado do mineiro e do mingau.

Comer pelas beiradas é melhor, porque o mingau vai esfriando aos poucos 😉. Além de dar essa dica, ainda passei um pouco de cultura para você, né não!?

Voltando ao assunto, procure ler o briefing e, se der tempo, mais de uma vez. Afinal, é comum que as informações fiquem mais claras e não tão nebulosas.

3- Tenha expressões na “ponta do lápis” para iniciar uma redação

Como iniciar uma redação?

Agora que você já sabe o tipo de redação pedido e leu o briefing, prossiga. Entretanto, ainda não é o momento de colocar a “mão no lápis” e fazer a redação.

Procure ter algumas frases memorizadas, pois elas auxiliam a iniciar bem o texto. Como quem guarda segredo é baú, vou te mostrar algumas delas:

  • “Atualmente, …é um desafio que afeta toda à sociedade do Brasil”;
  • “Com o surgimento do … às pessoas passaram a ter benefícios”;
  • “Comenta-se frequentemente a respeito…”
  • “Ao analisar os dados da … verifique-se…”

Aqui temos um post dedicado somente com frases e exemplos para você iniciar uma redação.

Se você já pesquisou por redações, deve ter visto que elas estão cheias disso. Do mesmo modo, são formas interessantes de iniciar uma redação com calma.

Conforme as linhas vão sendo preenchidas, a confiança aparece e facilita tudo.  O restante é usar a sua criatividade e cumprir com o que é pedido.

4- O menos pode ser mais

É muito comum acreditar que é necessário fazer um texto primoroso e cheio de palavras complicadas. Por mais que seja tentador, a ideia dos vestibulares não é preencher cadeiras na Academia Brasileira de Letras.

Na hora de criar a sua redação, busque usar palavras mais simples e não tenha vergonha de ser simplista no vocabulário. Ao mesmo tempo, demonstre ter profundidade na ideia e coesão, porque esses recursos são mais valorizados.

5- Como iniciar uma redação? Comece introduzindo o tema

“Lápis apontado”  chegou o momento de começar a escrever a sua redação. No início, faça a contextualização do problema para localizar melhor o leitor.

Seja objetivo e claro, falando brevemente sobre o tema e sem “encher linguiça”. Da mesma forma, mostre a sua linha de raciocínio.

Lembra quando falei sobre ter “expressões na ponta do seu lápis” para utilizar? Então, a maioria delas tem impacto e instiga a leitura da redação apresentada.

Tente não se estender mais do que por um parágrafo, caso não seja necessário. Preze pelo uso da norma culta da língua portuguesa e não se alongue muito.

Alguns temas para você praticar:

ENEM – O impasse do déficit habitacional no Brasil
ENEM – Feminicídio: Retrato de um Brasil retrógrado
ENEM – Desafios para a superação da crise no mercado de trabalho no Brasil contemporâneo

EsPCEx – Democratização da educação remota emergencial
EsPCEx – O racismo estrutural no Brasil
EsPCEx – Retratação da sociedade brasileira diante da cultura indígena

FUVEST – Manipulação genética em humanos.
FUVEST – A sexualidade dos pais adotivos influencia nas escolhas dos filhos?
FUVEST – Implicações a uma sociedade controlada por uma cultura de massas

UNICAMP – Artigo de opinião: Privatização das universidades federais
UNICAMP – Blog: Pirataria digital
UNICAMP – Carta aberta – Racismo

VUNESP – Importância do voluntariado.
VUNESP – O Brasil deve adotar uma nova idade limite para a categorização como idoso?
VUNESP – Caça a animais silvestres no Brasil: liberar ou não?

6- Desenvolva o assunto

O desenvolvimento é a parte mais indicada para articular as ideias e formular os argumentos apresentados. Esses recursos são essenciais para convencer o leitor sobre a visão apresentada na redação.

Apresente um argumento por parágrafo, já que não é indicado iniciar a redação sabendo quantos argumentos serão expostos. O ideal é sempre ligar um parágrafo no outro e criar espécies de “pontos” entre os argumentos.

Por exemplo: o argumento de cima deve ser complementado pelo de baixo e vice-versa. Em outras palavras, é como se os argumentos estivessem conversando entre si e mantendo a coerência, acima de tudo.

7- Como iniciar uma redação? Conclua sem incluir novos argumentos

Assim que o desenvolvimento for terminado, torna-se primordial concluir a redação e basta um parágrafo para conseguir.

A conclusão é apresentada como uma proposta de intervenção, quando a prova for o Enem. Vale lembrar que a medida não deve ser vaga e precisa respeitar os Direitos Humanos.

Por fim, para iniciar uma redação e desenvolvê-la corretamente, conheça os nossos cursos que estão disponíveis em nossa plataforma de correção de redação. Se você ficou afim e deseja conhecer, basta clicar neste link e descubra como ter uma redação “matadora”.

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *