Veja como apresentar números na redação

Embora os números sejam utilizados pontualmente na escrita de uma redação, saber como apresentá-los da forma correta é fundamental não apenas para evitar a perda de pontuação, como também para enriquecer o seu texto e fornecer bases para validar a argumentação. Não cometa erros na hora de grafá-los!

Conteúdo produzido por Corrija-me - Correção de Redação Em Redação Dissertativa

Como apresentar números na redação? Essa é uma das principais dúvidas dos candidatos que estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e/ou para algum concurso. De fato, o questionamento entre o uso de algarismos ou a grafia por extenso é importante e não deve ser negligenciado no momento da produção textual. 

Durante o processo de escrita da redação, é comum que haja a necessidade de apresentar uma data de eventos em alusão histórica, dados ou estatísticas sobre um assunto, ou até exemplos de pesquisa de um censo demográfico, por exemplo. Esses são fatores que enriquecem o texto, portanto, entender como grafá-los da forma adequada é o ideal.

Pensando nisso, elaboramos um guia completo de como apresentar números na redação. Veja a seguir:

Devo escrever os numerais em algarismos ou por extenso?

Em primeiro lugar, quem deseja saber como apresentar números na redação deve estar atento a algumas regras básicas, por exemplo:

  • Redigir, por extenso, números que vão de zero a dez. 
  • A partir do 11 até o 999, indica-se a escrita dos numerais com algarismos;
  • Embora não seja obrigatório, no que equivale a números a partir de mil, recomenda-se a escrita do algarismo + a palavra dos números redondos, como por exemplo: 12 mil, 37 milhões, entre outros. 

Citações para redação

Dicas de como apresentar números na redação

Ademais, uma dica importante para quem deseja saber como apresentar números na redação é não iniciar, sob hipótese alguma, o seu texto com eles. Isso porque eles não seriam inseridos dentro de um contexto adequado, o que poderia implicar perda de pontuação. 

Vale ressaltar também que, após a abreviação de unidades (como: mm, km, entre outros), deve-se dar preferência aos algarismos, mesmo que sejam números maiores que dez. Escreva, portanto, dessa forma: 100 mm, 10 km, etc. 

No mais, selecionamos outras dicas que você também precisa considerar na grafia de numerais. Pegue papel e caneta e guarde-as para o momento da redação oficial:

Grafia das datas

É muito comum o uso de números para indicação anual ao fazer alusões históricas durante a redação, principalmente, no desenvolvimento. Neste sentido, não é indicado usar pontos. Em vez disso, insira-os da seguinte maneira: “Em 1500, os portugueses chegaram ao Brasil […]”. 

Já no caso dos algarismos que se encontram na casa do milhar, mas não indicam anos, e sim a quantidade de casos de uma determinada doença, por exemplo, deve-se escrevê-los com ponto. Por exemplo: 4.789 ou 5.690 ocorrências da doença X.

No que se refere a uma data específica, deve-se redigir da seguinte forma: “Em 22 de abril de 1500, os europeus chegaram ao Brasil” (nesse caso, é muito importante que você tenha certeza da data de referência, a fim de evitar a perda de pontos em uma das competências avaliadas). 

Por fim, se você quiser mencionar uma década, é possível mencionar: “década de 80” ou “década de 1980”. 

como apresentar números na redação

Porcentagens e comparativos

No caso da escrita de porcentagens, não tem segredo: faça um bom uso dos numerais. Por exemplo: Apenas 14% dos entrevistados responderam à pesquisa de opinião.

Já no que equivale à comparação dos numerais, indica-se a escrita por meio de algarismos, da seguinte forma: “Apenas 25 dos 100 participantes foram aprovados no teste físico do concurso” ou “30 a cada 100 dos participantes da pesquisa optaram por respondê-la”.

Valor em dinheiro

Ademais, quem deseja saber como apresentar números na redação também precisa saber inserir os valores em dinheiro. Muitos candidatos desejam mencionar casos de custos do governo com a educação, por exemplo. Sendo assim, é importante saber como redigir os numerais da forma adequada. 

O “R$” já representa o valor expresso em real (moeda brasileira). Por isso, não há necessidade de inserir a palavra “real” depois. Escreva “Os custos associados ao projeto já ultrapassaram R$ 515 mil”. No que se refere a números inteiros, por exemplo, a grafia correta é sem o “0” após a vírgula. Por exemplo: R$ 140. Valores redondos, contudo, são mesclados: R$ 3.670 ou R$ 4 mil ou R$ 2,3 milhões. 

Aproximação

Se não existirem dados exatos sobre uma determinada pesquisa, ou caso você não saiba o valor específico, é possível utilizar a aproximação. Desse modo, deve-se escrever: “Foram, aproximadamente, 500 mil casos da doença no país”. 

Por que é importante inserir dados na redação?

É muito provável que você já tenha escutado sobre a importância de inserir dados na redação. Na Corrija-me, incentivamos esse uso para os nossos alunos, pois é uma forma de enriquecer a argumentação. 

Se usados de forma adequada, os dados podem ser uma excelente estratégia argumentativa, levando autoridade a uma determinada informação escrita na sua redação e mostrando conhecimento sobre o tema.

Lembre-se, contudo, de que as fontes em que você busca esses dados precisam ser confiáveis, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a fim de que não haja erros graves e, no lugar de ganhar pontuação, você perca por estar levando uma informação falsa. Além disso, ainda há o risco de cair no conceito de credibilidade do corretor. Desse modo, se você não tem certeza, é melhor evitar o uso. 

Vale ressaltar também que, sempre que você apresentar algum dado, deve inseri-lo em conjunto com a fonte de pesquisa. Essa é uma regra importante, até mesmo para que o corretor saiba se aquela é uma fonte confiável. 

Conclusão

Por fim, esperamos ter ajudado na sua compreensão de como apresentar números na redação. Lembre-se de que o conhecimento é importante para que você não perca pontuação em pequenos detalhes que poderiam ser evitados com um estudo profundo sobre as regras de redação. 

Pensando na importância de os estudantes estarem cientes de todas essas regras gramaticais, como também da prática da produção textual, a Corrija-me disponibiliza planos exclusivos com aulas, dicas, correção e revisão semanal de redações para candidatos que desejam se preparar para concursos e vestibulares.

Quer saber mais sobre essa oportunidade e garantir sua aprovação? Acesse nosso site e desfrute dos benefícios dos nossos planos!

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.