Tema da redação da Fuvest 2020

O tema da redação da Fuvest 2020 foi “O papel da ciência no mundo contemporâneo” e trouxe à tona a valorização dos cientistas para a sociedade. Confira no texto os sete erros mais comuns na hora de criar o texto e veja como evitá-los para ter a nota almejada.

Conteúdo produzido por Corrija-me - Correção de Redação Em Redação Dissertativa

O tema da redação da Fuvest 2020 foi o assunto mais comentado daquele ano: “O papel da ciência no mundo contemporâneo”. Embora seja mais perceptível neste momento a importância dos cientistas, os profissionais são vitais há vários séculos para a sociedade.

Quando uma vacina é criada ou atualizada, por trás disso vários cientistas estudaram para chegar ao resultado. Sendo assim, fica claro a importância e a relevância, já que um tema inerente à sociedade atual.

O assunto que a redação da Fuvest 2020 trouxe foi importante e alguns estudantes, infelizmente, não tiveram uma boa nota. Dessa forma, é crucial aprender quais são os erros mais comuns e descobrir como evitá-los.

Alguns links  da Fuvest:

Caso deseje aqui está o manual Fuvest 2020.

Caso deseje aqui está o manual Fuvest 2021.

Prova de redação – Fuvest 2020

Prova de redação – Fuvest 2021

Tema da redação Fuvest 2021

Site da Fuvest

Quais os ensinamentos que o tema da redação da Fuvest 2020 deixa para as próximas edições?

A ciência tomou as manchetes em 2020 e o tema passou a ser muito discutido.

Para o universo de um estudante, a ciência ocupará um papel central no futuro. Afinal, o método científico será o tema de muitos estudos nas universidades.

No caso da redação da Fuvest 2020, alguns errinhos prejudicam as pessoas. Ao mesmo tempo, esses erros são comuns e acontecem em todas as edições.

Os 7 erros mais comuns cometidos na redação da Fuvest 2020:

É importante, antes de mais nada, conhecer os mais frequentes nos vestibulares. Dá para citar sete e a seguir veja quais são, bem como a forma de evitá-los.

#1 – Fugir do tema: Leia a proposta e grife as palavras mais relevantes

Em primeiro lugar, esse tipo de erro é o mais frequente e muitos candidatos podem até tirar nota zero na redação por conta disso. Um dos motivos é a pressa e muitos jovens podem não ter paciência para ler os textos auxiliares.

A maneira mais eficaz de não cometer esse errinho é ter uma leitura do tema proposto e dos textos com atenção. Da mesma forma, grife as palavras com maior importância e reflita sobre os argumentos apresentados no seu texto.

#2 – Errar o gênero do texto solicitado: Disserte sobre o assunto

Esse tipo de erro pode prejudicar muito a nota na prova e até mesmo zerá-la. Embora pareça irreal, alguns estudantes criam uma poesia e até uma narração.

O estilo de redação é dissertativo e, como você sabe, é preciso usar parágrafos. Versos ou diálogos não são permitidos e é preciso construir uma argumentação.

Uma tese deve ser defendida com lógica, mostrando os fatores que levaram a ter chegado nesse tipo de dissertação. Os alunos que fizeram uma dissertação na redação da Fuvest 2020 já começaram bem o texto.

O processo de argumentação deve ser permeado pela lógica e por isso que a dica é usar a sua racionalidade. O tema da Fuvest de 2020 indicava um assunto do cotidiano e a exemplificação ficou facilitada.

Confira o que é uma redação dissertativa

#3 – Transformar a redação em texto de autoajuda: a interatividade não é interessante

A dissertação, como mostrado anteriormente, pauta-se por argumentos lógicos. Portanto, não é um “bate-papo” com o leitor e nem deve ser interativo.

A reflexão fica com o candidato, assim como a responsabilidade de argumentar. Do mesmo modo, não deixe o texto se transformar em “autoajuda”.

A palavra “você”, é um exemplo disso, o principal é entender que a banca não é uma “pessoa”. A argumentação e a redação serão avaliadas, restando ao candidato caprichar nos argumentos e na sua dissertação.

#4 – Ter argumentação frágil: Evite chavões e expressões de senso comum

O gênero mais exigido nos vestibulares é a dissertação com argumentos lógicos. A própria proposta de redação da Fuvest 2020 é um exemplo deste tipo de prática.

A argumentação deve ser original e sólida, evitando o uso de argumentos frágeis e sem lógica alguma. Falsas generalizações também devem ser evitadas, como por exemplo: “todo cientista é ateu”, “a ciência é globalista”.

Textos repletos de generalizações deste tipo são presas fáceis para a banca. Em outras palavras, a chance de uma redação assim ser “zerada” é imensa.

#5 – Falta de coerência: Reflita e justifique a reflexão

A construção de uma argumentação coesa deve ser permeada por uma reflexão prévia sobre o assunto. Ou seja, é possível usar argumentos contraditórios e que podem ser facilmente desconstruídos pela banca.

Um dos maiores erros da redação da Fuvest 2020 é jogar informações no texto e não ter uma lógica por trás delas. Dica importante: organize as ideias antes de começar a escrever a redação e evite cair nesse tipo de erro.

#6 – Errar a grafia ou concordância das palavras: Utilize as palavras que já domina

Frases sem estruturação prejudicam muito a redação e não fazem a leitura fluir. Em algumas situações extremas, como erros crassos, há perda de pontos.

Pequenos erros de português não comprometem a nota final, mas é sempre positivo evitá-los ao máximo. Dependendo do curso escolhido e da concorrência não dá para correr esse risco, bastando apenas estar com a escrita em dia.

#7 – Utilizar verbos no imperativo: a reflexão não é responsabilidade do leitor

A fim de concluir os erros mais comuns, é válido evitar as expressões de ordem. Um exemplo disso é o “faça sua parte”, pois é uma expressão a obrigação de refletir não é de quem lê o texto.

O vestibulando que agir assim está fugindo da discussão, além de não refletir. A argumentação deve ser construída e a ideia da banca é que você reflita.

Quer evitar os erros e ter uma excelente nota na redação da Fuvest?

Para ter uma nota alta na redação, a nossa plataforma de correção de textos tem um recurso essencial para você. Nesse cenário, você faz a redação, envia para a nossa equipe e recebe uma correção com os pontos a serem melhorados.

A banca de Fuvest exige um tipo de texto e é preciso que seja nesse padrão. O processo de correção é guiado e potencializa bastante o resultado do seu treino.

Por fim, evite os erros mais comuns e sempre aposte no que a ciência prega: argumentação lógica. Alguns candidatos podem não ter ido tão bem na redação da Fuvest 2020, mas na próxima edição a nota será melhor.

 

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *